Depois da volta pela serra já no regresso a S. Tomé, fomos almoçar ao Centro Cultural Almada Negreiros.

P9180102 P9180103

Almada Negreiros nasceu em S. Tomé, veio com dois anos para Lisboa e nunca mais voltou e se fosse lá agora nem acreditava no que tinha perdido! Numa varanda sobre um vale deslumbrante, comemos assim como uma espécie de menu de degustação.

P9180101

Começamos pelo Maxipombo uma espécie de Peixe Agulha pequeno frito com o bico espetado no rabo acompanhado por Batata Doce polvilhada com Baunilha. Ainda como entrada uma Salada de Búzios do Mar com o mesmo acompanhamento.

P9180115

Como prato uma posta de Atum temperada com coentros selvagens,  a acompanhar arroz com Erva Mosquito  e esparregado de Luçua?!?!?!

P9180125P9180119P9180123

De sobremesa comemos Papaia com molho de Framboesa.

P9180133

Bebemos pela primeira vez a cerveja “Nacional”, uma garrafa de meio litro sem rótulo.

P9180114

Depois, muitas Nacionais vieram, bem geladas com vestido de noiva (a garrafa vinha branca com o gelo a cobrir), uma cerveja muito leve quase sem gás. Gostei!

P9180108

Quanto ao restaurante? Os ingredientes eram bons mas no conjunto faltava-lhes algum sabor. O preço não sei, mas sei de um casal que estava no hotel não gostou da maneira como lhe quiseram fazer o câmbio.

P9180143

Acabamos a volta no Museu do Café.