A Sara gosta de cozinhar, mas vinda de férias era coisa que não lhe apetecia, então fez uma coisa rápida e depois partilhou a receita dela comigo. Que grande tomatada!

“Estávamos a voltar do Algarve depois de passarmos na Mina de São Domingos, onde fomos ter com os meus sogros, já com um saco cheio de tomates da horta do Quim e da Maria. Arrumar e não arrumar tudo na chegada nem estávamos com paciência para comer nada, quanto mais em cozinhar algo muito elaborado. Dito isto o Daniel sugeriu que fizesse um petisco que a Maria, mãe dele, costuma fazer e que ele já não comia há imenso tempo, a Tomatada. Confesso que nunca tinha comido e, muito menos feito e não é que é mesmo uma delícia?”

Tomatada

  • 6 ovos
  • 5 tomates grandes maduros
  • Cebola
  • Alho
  • Orégãos
  • Azeite q.b.

Começa-se por tirar a casca dos tomates, com cuidado para não se espremerem na mão. Como é o que demora mais tempo, é o que se faz primeiro. Depois picam-se a cebola e o alho e refogam-se num fiozinho de azeite.

Quando a cebola e o alho já estiverem loirinhos corta-se os tomates em bocadinhos muito pequeninos para dentro do refugado. (O ideal é cortarmos mesmo em cima da frigideira para o suminho do tomate cair lá para dentro).

 

20130826_210654

 

20130826_210659

20130826_210746

20130826_210833

Batem-se os ovos e colocam-se de parte.

20130826_211222

Vai-se cozinhando e mexendo até não haver molho.  Nessa altura juntam-se os ovos e vai-se misturando até ficar cozinhado a gosto.

20130826_212444

 

20130826_212550

20130826_212736

Depois é servir e nós e inovámos. Já que o tomate costuma ir bem com orégãos, como também nos tinham dado muitos salpicamos a tomatada de “ervinhas” e ficou realmente uma delícia.

20130826_213340

20130826_213443