Torresmos de Entremeada, parece estranho mas é óptimo

0 Posted by - 13/03/2013 - Entradas

Antes de vos contar como cheguei aos torresmos de entremeada, deixem-me contar-vos uma história.

Quando começou a moda dos restaurantes de rodízio em Lisboa era uma loucura. O primeiro que me lembro era em Campo de Ourique, trazido por um brasileiro que tinha um negócio também muito em voga na altura.
Os auto grupos, eram empresas que juntavam grupos de pessoas com dificuldade no crédito e que por uma mensalidade razoável começavam a pagar um carro que ainda não tinham, durante uns anos mas com um sorteio mensal. Com sorte ganhavam o carro logo nos primeiros pagamentos, no entanto alguns dos últimos tiveram azar porque o homem fugiu para o Brasil com o dinheirinho dos ótarios.
No restaurante esqueceu-se de pagar ao talho e foi um prejuízo do caraças.
Quanto aos torresmos feitos desta maneira vieram também com os rodízios, uma maravilha, até a minha prima Alice que estava desconfiada no início adorou.

Torresmos de Entremeada

  • Entremeada cortada em tiras pequenas com pele;
  • Farinha de milho fina;
  • Óleo para fritar;
  • Flor de sal.

Passar a carne pela farinha, fritar no óleo até estar loirinha, enxugar em papel absorvente e salpicar com sal.
Acompanhar com feijoada ou o que lhe apetecer.

Grafe e Faca Torresmos de entremeada

 

Comentários

comentários