Miceu da Cachola, uma delícia perto da Serra dos Candeeiros

0 Posted by - 30/11/2012 - Carne, HISTÓRIAS, Portugal, RECEITAS, RESTAURANTES

Ontem resolvi ir para a zona da Serra dos Candeeiros, não para comprar candeeiros mas para visitar um Armazém de sucata que tinha umas velharias engraçadas. Estava fechado, o homem tinha ido almoçar. E agora? A aldeia era a do Espinheiro, tem uma tasquinha – o Miceu – cujos donos são muito simpáticos e que eu chamei de Miceu da Cachola.

Grafe e Faca Miceu da CacholaPor sorte caí no Festival Gastronómico da Cachola e da Morcela de Arroz de Alcanena.
A Cachola é, na terra da minha mãe, o prato da matança. Fiquei admirado por ter o mesmo nome, já que normalmente chega a mudar até em terras vizinhas.
Comemos muito bem: morcela grelhada, uns queijinhos com algum bolor (adoro), um bacalhau assado na brasa com segredo (alho picado e azeite muito bom), depois veio a carne, entrecosto frito e a dita CACHOLA.

A Odete foi a única que comeu, a receita é feita com as miudezas do porco e sangue, um petisco para quem gosta de emoções fortes.
A diferença está no acompanhamento: na Carregueira acompanha só com batatas cozidas e no Espinheiro preferem com arroz branco, tudo misturado. Tem sempre mau aspecto mas é óptimo!

Resumindo, gostei bastante do restaurante de aspecto modesto com mesas corridas cobertas de oleado, uma salamandra e o churrasco na segunda sala que foi onde ficámos, bem quentinhos. Comemos muito bem, os donos e a família muito simpáticos.
Se um dia passar por ali, experimente!

Cachola

Todas as miudezas do porco: fígado, coração, bofe(?) cortadas em pedaços de 1 a 2cm

  • 1 cebola média picada
  • 2 dentes de alho picados
  • 2 folhas de louro
  • Azeite a cobrir o fundo
  • Cominhos a gosto
  • Cravo cabecinha a gosto
  • Sangue do porco a gosto misturado com vinagre que não deixa coalhar e dá um gostinho especial
  • 2 copos de vinho branco

Num tacho faz um refogado com a cebola, o alho, o louro e o azeite. Quando a cebola estiver transparente, coloca as miudezas com o vinho branco e as especiarias e deixa estufar. Quando a carne estiver cozida, deita umas colheres do estufado no sangue, mistura bem e junta ao cozinhado mexendo bem para o molho ficar com aspecto espesso e cremoso.
Acompanha com batata cozida ou arroz branco, ou faz logo de início com o arroz, digo eu.

Cachola

Comentários

comentários